terça-feira, 30 de agosto de 2011

DICAS DE PREVENÇÃO DE SINISTRO

Previnir é melhor remediar, esse dito popular é muito sério.

Paradas em locais não autorizados previamente pelas empresas
As paradas em acostamentos das rodovias só devem ser feitas em situações de emergência, em locais devidamente sinalizados e mediante informação imediata à empresa. Ao parar, por emergência, em local não autorizado, é necessário evitar lugares ermos ou pouco movimentados. Os motoristas devem procurar administrar a viagem, para terem autonomia de percurso até o ponto autorizado e preestabelecido para a rota, e avisar a empresa sobre todas as paradas do percurso.

Carona
A carona é proibida, por lei, no transporte de cargas, pois os motoristas não devem expor terceiros aos riscos das operações. As empresas devem adotar medidas disciplinares rigorosas, caso essa norma não seja cumprida.

Abandonar ou afastar-se do veículo durante as refeições e o abastecimento
O motorista não pode ceder a guarda do veículo e dos equipamentos sob sua responsabilidade. Deve lembrar-se de que é depositário de patrimônio de terceiros e tomar as precauções para manter a integridade dos bens e mercadorias que transporta.

Viajar em período noturno
A viagem noturna deve ser evitada. Além dos reflexos do motorista diminuírem, os riscos aumentam, devido à precariedade maior da estrutura de apoio público nesse horário.

Comentar a viagem, percurso e carga
São informações sigilosas, que só dizem respeito aos envolvidos nas operações. É condição de risco chamar a atenção para as cargas transportadas. Muito cuidado com aparelhos de telefone no viva-voz e aparelhos nextel, somente usar no viva-voz quando estiver sozinho dentro do caminhão.

Entrar no veículo sem uma verificação geral do ambiente externo
O objetivo dessa preocupação é evitar que o motorista seja abordado por um assaltante, por estar distraído. A checagem também pode apurar se o veículo foi marcado para ser seguido.

Acondicionamento das cargas
Medidas preventivas para o melhor acondicionamento das cargas devem ser adotadas e também com o propósito de evitar riscos durante a viagem.

Faça Seguro da Carga
É muito importante ter um Seguro de Carga, isso evita desgastes financeiro da sua empresa e desgastes comerciais com seu cliente. Procuro um Corretor de Seguros especializado, assim voce sempre estará tranquilo com seu carregamento.


SEGURO DE TRANSPORTE DE CARGA
Tel.: 11 4378-0832
ID: 100*4387
FRIEDENREICH & FERRAZ CORRETORA DE SEGUROS


9 DICAS IMPORTANTES DO SEGURO DE RCTRC e RCFDC



Dica 1
As operações de carga e descarga , com ou sem içamento, e as avarias das mercadorias não decorrentes de acidentes de trânsito – Amassamento, amolgamento, contato, arranhadura, vazamento, água de chuva, oxidação, má estivagem; podem ser objeto de cobertura, desde que seja contratada a cobertura adicional específica.

Dica 2
A responsabilidade por danos morais e lucros cessantes está expressamente excluída da cobertura do seguro;

Dica 3
Há previsão de cobertura para transporte de objetos de arte, containers e veículos trafegando por meios próprios, mediante condições previstas em Cláusulas Específicas, além da cobertura para mudanças de móveis e utensílios e animais vivos, usuais em nossas apólices;

Dica 4
Para embarques de valores acima do estabelecido nas apólices, aplica-se o conceito de limite máximo de garantia por veículo/acúmulo, que será fixado de comum acordo com o segurado, obrigando-se este a dar aviso por escrito à seguradora, com três dias úteis de antecedência, no mínimo, da data do embarque, em caso de as operações ultrapassarem o Limite fixado. A seguradora tem a prerrogativa de pronunciar-se sobre o risco proposto, aceitando-o ou não;

Dica 5
O segurado não pode manter mais de uma apólice do Seguro de RCTR-C, salvo quando possuir filiais em mais de um estado da federação e desde que caracterizado o local de início da viagem, e também quando as demais apólices forem específicas para um determinado tipo de mercadoria ou embarcador, sendo necessária a concordância das seguradoras envolvidas;

Dica 6
A transmissão eletrônica de embarques ao final do mês é o método atual mais utilizado como meio de comunicação com as Seguradoras , em detrimento do envio de relação de embarques por planilha como até então. Resultado de aumento da segurança do seguro a cada embarque;

Dica 7
As despesas efetuadas pelo segurado com o intuito de evitar o sinistro, minorar o dano ou salvar bens estão cobertas pelo seguro, limitado o reembolso ao valor da importância segurada do embarque;

Dica 8
A seguradora liquidará o sinistro pagando diretamente ao terceiro reclamante, como determinado em lei, com a anuência do segurado, podendo ainda autorizar o segurado a efetuar o correspondente pagamento e obrigando-se a reembolsar a ele em dez dias;

Dica 9
Quando as mercadorias forem transportadas por transportadores subcontratados não cabe ação regressiva contra eles ( Responsabilidade Civil ); que são equiparados a prepostos do segurado e, contra este último, a seguradora não pode valer-se do instituto da sub-rogação. Portanto é fundamental fazer-se o controle de perdas e gerenciamento do agregado ou avulso, como parte integrante da frota da empresa, rotineiramente.

SEGURO DE TRANSPORTE DE CARGA
Tel.: 11 2061-2636
ID: 100*4387
FRIEDENREICH & FERRAZ CORRETORA DE SEGUROS


sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O Gerenciamento de Risco reduz o custo do Seguro de Transporte de Cargas?

Vamos partir do principio em que quanto menor o risco menor é o valor do Seguro, hoje a Friedenreich & Ferraz Corretora de Seguros consegue dar um desconto maior para as frotas de caminhões com rastrreadores, conseguimos dar descontos para a compra de aparelhos, hoje quando falamos em proteção conseguimos muitas aceitações com nosso GR  ou GRIS (Gerenciamento de Risco), por isso antes de fechar qualquer GR ou GRIS consulte primeiro a nossa corretora, pois seu investimento pode ser menor ou absorvido pela Seguradora, isto é um de nossos diferenciais, basta entrar em contato conosco.

A preocupação comum das seguradoras é orientar seus clientes com medidas que ajudem a carga a chegar a seu destino com segurança, evitando avarias e prejuízo.
O transporte de cargas é, inclusive, um dos indicadores do desempenho da economia. Com o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB – que revela o valor de toda a riqueza gerada no país), o setor de transporte de cargas tem apresentado evolução significativa nos últimos anos.

Dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) mostram que são mais de 120 mil empresas transportadoras e cerca de 650 mil veículos registrados em todo o território nacional.

O seguro do transporte de cargas acompanha essa expansão, revelando que o empresário está mais consciente da necessidade de proteger o patrimônio transportado, diante da constatação de que a relação custo/benefício é compensadora na hora de um acidente (sinistro) com suas mercadorias.

Dentro do gerenciamento de riscos em transportes, devemos entender o seguro como sendo a transferência de um risco. Dessa forma, o custo do seguro de transporte, como de qualquer outro seguro, resulta do grau de risco que a seguradora assume. Para isso, é feito um estudo técnico, que determina as condições e o preço de seguro apropriados, com base na dimensão dos riscos envolvidos.

A análise de risco faz uma gradação, em escala, das cargas que estão expostas a maior ou menor possibilidade de sofrerem danos e perdas assumidos pela seguradora. São consideradas de alto risco, entre outras, cargas de alimentos, de eletrônicos e de medicamentos.

O Rastreador sozinho não eficácia sem a interferência da Empresa ou Transportadora, é uma ação em conjunto que faz a eficácia do Sistema.

Gerenciamento de riscos

Veículo e carga

O gerenciamento de riscos no transporte de cargas procura diminuir os riscos que podem ou não ser evitados. As principais formas de tratar os riscos em logística são relacionadas à segurança das cargas contra roubos e extravios, com a adoção de diversas medidas de segurança.

Existem situações em que as medidas de segurança não são eficazes. Por exemplo, um acidente da natureza, como uma enchente de grandes proporções que bloqueia estradas.

No entanto, há circunstâncias nas quais as medidas de segurança adotadas diminuem os riscos. As apólices de seguro de transporte são feitas, geralmente, de forma a atuar em relação aos fatores que incidem na vulnerabilidade das cargas durante o percurso entre o local de origem até seu destino.

No Brasil, o principal risco observado é o de roubo de veículos e mercadorias. Os seguros estão diretamente relacionados ao ambiente em que o transporte de cargas é feito, daí que o fator risco é determinante para a elaboração das regras contratuais e normas da apólice.

A empresa que contrata o seguro deve observar que a apólice define diversas medidas, condições e planos para o transporte da mercadoria. A partir daí, é elaborado um plano de operações que envolve todas as partes do processo logístico, a começar do local de origem da carga a ser transportada até o seu destino final, passando pelos responsáveis diretos pelo transporte e pela segurança da mercadoria.

Uma apólice de seguro leva em conta que o transporte rodoviário é predominante no país, sendo que a maioria das estradas brasileiras é enquadrada como ruim ou péssima. Além do ambiente em que se realiza o transporte, são consideradas as estatísticas dos índices, rotas e horários onde há maior incidência de roubo e extravio de cargas.

Caminhoneiro

O caminhoneiro é outro personagem importante nesse processo, já que é o responsável legal pela carga até sua entrega no destino final. Vários estudos mostram que esse profissional, no país, em média, tem baixo grau de escolaridade e é submetido a altas jornadas de trabalho, sendo usuário de medicamentos para combater o sono e o cansaço.

As seguradoras costumam manter um cadastro de motoristas, ajudantes e veículos, colaborando na seleção criteriosa de prestadores de serviços, inclusive de empresas transportadoras e autônomos. Em seus sites, na área restrita aos clientes, as seguradoras desenvolveram programas que permitem aos segurados acompanhar a posição do veículo que transporta a sua carga, em tempo real.

O uso de equipamentos específicos é outra forma importante utilizada para reduzir os riscos no transporte de cargas. A maioria deles é destinada à comunicação com o condutor do veículo e ao rastreamento da carga, o que permite adotar medidas de emergência em casos de necessidade, como avarias mecânicas.

Empresas transportadoras de grande porte possuem centrais próprias de monitoramento de caminhões, sendo comum também a contratação de serviços especializados nessa área.

Entre outras tecnologias usadas para monitoramento de cargas e veículos, destacam-se GPS (Global Positioning System – Sistema de Posicionamento Global), triangulação de ERB (Estação Rádio base) e DGPS (Sistema de Posicionamento Global Diferenciado), além de telefones celulares e pagers.


Qualquer dúvida ou sugestão entre em contato conosco.

SEGURO DE TRANSPORTE DE CARGA
Tel.: 114378-0832
ID: 100*4387
FRIEDENREICH & FERRAZ CORRETORA DE SEGUROS

Quais são os principais documentos de um contrato de seguro de transporte de cargas?

Empresas de porte maior geralmente possuem um departamento dedicado à administração de seus seguros.
As companhias de menor envergadura, não raro, se deparam com a complexidade desse tipo de seguro, e acreditam, erroneamente, que a contratação vai aumentar muito seus custos.
As seguradoras, no entanto, desenvolveram para as pequenas e médias empresas apólices apropriadas, com prazo de duração de um ano, que reduzem em média em 15% o custo de uma cobertura tradicional.

As etapas para a contratação desse seguro passam por:
Proposta
Documento com todas as informações sobre os riscos que o interessado na contratação do seguro deve preencher. A seguradora tem 15 dias, a partir do recebimento da proposta, para aceitar ou recusar o risco. Quando se trata de apólices avulsas – utilizadas por empresas com baixa frequência de transporte de cargas –, geralmente, o prazo de resposta da seguradora diminui para sete dias.
Apólice
Documento básico do contrato de seguro. São três os tipos de apólice:
• apólice avulsa – recomendada para segurados com poucos embarques;
• apólice de averbação (modalidade que exige comprovante do embarque efetivo da carga segurada) – apropriada para segurados que realizam embarques com frequência. Ao contrário da apólice avulsa, as mercadorias são relacionadas nas “averbações”;
• apólice anual com prêmio fracionado – são conhecidas também por “apólices ajustáveis”. O seguro é contratado por ano, sendo que o preço (prêmio) é calculado com base na estimativa anual de embarques. Essa modalidade de apólice permite que o custo seja ajustado periodicamente, de acordo com os embarques efetivamente realizados.
Averbação
O segurado comunica à seguradora, por meio desse documento, a realização dos embarques, quando a apólice prevê esse mecanismo. A maioria das seguradoras já oferece o serviço de averbação eletrônica.
Endosso
Documento que as seguradoras emitem para complementar, prorrogar, cancelar ou efetivar qualquer alteração no contrato existente, fazendo parte integrante da apólice.
Fatura mensal
A seguradora emite esse documento, que contém a cobrança do prêmio do seguro nas apólices de averbação (modalidade que exige comprovante do embarque efetivo da carga segurada).
Certificado de seguro
Documento típico do seguro de transportes para operações de exportação, com o objetivo de comprovar a contratação do seguro para os bancos financiadores, para os compradores das mercadorias ou outras instituições, ou ainda, autoridades que tiverem interesse nos artigos a serem exportados.


SEGURO DE TRANSPORTE DE CARGA
Tel.: 11 2061-2636
ID: 100*4387
FRIEDENREICH & FERRAZ CORRETORA DE SEGUROS


Qual o prazo para a seguradora pagar um Sinistro de Carga?

Depois que toda a documentação solicitada for entregue, a seguradora tem o prazo máximo de 30 dias para pagar a indenização, em dinheiro, depositado a favor do segurado. Entretanto, se este concordar, a seguradora poderá repor o bem ou a mercadoria perdida.
Supondo que a seguradora solicite mais informações para esclarecer dúvidas no processo de indenização, esse prazo voltará a ser contado a partir da entrega dos novos documentos.

Entretanto, mesmo que a seguradora exija atestados ou certidões oficiais, ou o resultado de inquéritos e processos que eventualmente decorram do sinistro, o pagamento deverá ser feito no prazo inicial de 30 dias.

O atraso do pagamento terá de ser compensado com atualização monetária do valor devido mais juros. No entanto, a seguradora não precisará atualizar a quantia da indenização no caso de a importância de reposição do bem for equivalente ao valor de sua reposição na data do pagamento. Os juros, porém, deverão ser pagos.


SEGURO DE TRANSPORTE DE CARGA
Tel.: 11 2061-2636
ID: 100*4387
E-mail: atendimento@ferrazseguros.com.br
FRIEDENREICH & FERRAZ CORRETORA DE SEGUROS
www.ferrazseguros.com.br


quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Roubos de carga no Brasil caíram 5% em um ano.


Num modo geral é bom, as a noticia ruim é que em SP, RJ e MG acontecem 80% dos roubos .

Os roubos de carga no Brasil em 2010 apresentaram uma pequena diminuição em número de ocorrências e nos prejuízos em relação a 2009. No ano passado, foram registrados 12.850 roubos em rodovias, volume 5% menor do que no ano anterior, quando o número de ocorrências chegou a 13.500. Os prejuízos também diminuíram: R$ 880 milhões em 2010, ante R$ 900 milhões em 2009. Os dados foram divulgados hoje pela NTC&Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística).

A região Sudeste foi a que apresentou maior índice de roubo, representando quase 80% do total. Apesar do número expressivo, houve uma redução de 6,20% nas ocorrências. As regiões Norte e Centro-Oeste foram as que apresentaram a menor taxa, com 2,03% e 2,19%, respectivamente. O Nordeste representou 7,21% das ocorrências, e o sul, 8,63%.

Segundo o assessor de segurança da NTC, é preciso combater os receptadores, principais responsáveis pelo problema. Entre os itens que mais foram alvo dos roubos de carga destacam-se produtos de alto valor agregado, como eletroeletrônicos e componentes de informática. Mas também os cigarros, alimentos e produtos farmacêuticos estiveram mais na mira dos assaltantes. A pesquisa também apontou que a maior incidência de roubos acontece em rodovias próximas aos grandes centros urbanos, como São Paulo, onde a movimentação de veículos com mercadorias é maior.

Roubo de carga gera R$ 148 milhões de prejuízo em seis meses em SP

O estado de São Paulo registra um prejuízo de R$ 148 milhões em roubo a cargas no primeiro semestre deste ano. São 3.345 ocorrências registradas - mais da metade só na capital. As zonas Leste e Norte são as regiões que concentram o maior número de crimes. É o que mostra levantamento feito pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região (Setcesp) obtido pelo G1.

Dos 1.727 crimes dessa natureza registrados na capital, 549 (ou 31,8%) aconteceram na área Leste e 483 (28%), na Norte.
Houve aumento no prejuízo registrado neste ano em comparação com o mesmo período de 2010, quando foram levados R$ 136 milhões em cargas pelos criminosos. Apesar de a capital ter registrado menos casos de roubo em relação a 2010 (1.808), a Zona Leste teve aumento de 12 casos, o que representa elevação de 2,23% nas queixas (no ano passado foram 537 registros). A região Norte também apresentou aumento, de nove casos (ou 1,9%).
Segundo os dados do Setcesp, janeiro foi o mês com maior número de ocorrências, com 693 casos. As quartas-feiras são os dias preferidos pelos assaltantes para cometer os roubos, com 722 registros. O horário mais perigoso é entre 10h e 12h (649 ocorrências), seguido pelo período entre 12h e 14h (540). O horário em que houve menos registros foi entre meia-noite 2h (83) e das 2h às 4h (96).

Capital
No bairro de Brasilândia, na Zona Norte, os motoristas relatam medo. Sob a condição de anonimato, um deles contou ao G1 que, ao ser assaltado lá, um dos ladrões lhe deu um conselho. “Eu comentei com ele que haviam roubado meu carro e que ele estava sem seguro. Aí ele me disse: ‘Pô, tio, não pode deixar sem seguro. A sua profissão é entregar, a minha é roubar.’ Eles não têm medo de nada”, disse.
A audácia dos criminosos foi tamanha que a vítima acabou mantida refém numa feira livre. Os ladrões chegaram até a pagar um pastel ao entregador, que ouviu deles que a criminalidade cresceu no município. “Eles disseram que ‘a violência está demais hoje em dia em São Paulo’. Também falaram que ‘a gente rouba mesmo, porque é fácil roubar'”, relatou.
O G1 conversou com outros motoristas que reclamaram da falta de policiamento ostensivo na região Norte. Uma empresa especializada em transporte de cargas informou que seus funcionários foram assaltados 22 vezes durante o trabalho neste ano.
Segundo o gerente de operações de transportes Felipe Cunha, os assaltos se intensificaram neste ano, com o aumento no número de ocorrências a partir de março. De acordo com ele, no início do ano, os criminosos esperavam pelos entregadores já na porta do depósito.
Cunha disse que após uma série de denúncias e reclamações às polícias Civil e Militar houve diminuição no número de assaltos aos veículos no momento em que saíam da empresa. Isso, no entanto, fez com que os assaltantes passassem a atacar os motoristas nos bairros onde eram feitas as entregas. “Eles compram alguma coisa pela internet, passam um cartão clonado e informam um endereço, que às vezes nem existe. Quando o motorista da empresa de entrega chega, eles já estão esperando, sabem que o carro está carregado e roubam”, disse.

“E com essa nova lei, vai ficar pior ainda. Ninguém mais pode ser preso. Se for até um certo valor, o cara, mesmo sendo pego em flagrante, vai ser liberado”, afirmou Cunha, se referindo à nova lei de prisões, que começou a vigorar no Brasil em 4 de julho. A nova medida prevê que quem for preso em flagrante por crimes que resultem, em caso de condenação, em até quatro anos de reclusão, poderá ser beneficiado para responder o inquérito e o processo em liberdade mediante o pagamento de fiança estipulada pela autoridade policial.

Tempo perdido
Apesar de não terem objetos pessoais roubados, os motoristas disseram que, no final, acabam sendo prejudicados pelos assaltos. “Quando a gente vai para a delegacia, acaba ficando o dia todo lá. Demora muito para fazer o BO [boletim de ocorrência] e acabamos perdendo o dia. Além disso, a gente acaba ficando mais um, dois dias sem carregar”, disse um deles. “Nós recebemos por entrega. Se não entregamos, não recebemos."
Outro problema enfrentado pelos entregadores é a desconfiança. Os motoristas acabam sendo sempre os primeiros suspeitos. Segundo o gerente Felipe Cunha, tanto na polícia quanto na transportadora os entregadores são questionados como se tivessem participação nos crimes. “A seguradora sempre desconfia deles. E quando um motorista registra cinco ocorrências, eles não renovam o contrato. No começo deste ano, perdemos um por causa disso.”


O roubo de cargas não é exclusividade da região da Brasilândia. Em Pirituba, na Zona Oeste, e São Mateus, na Zona Leste, os profissionais também enfrentam o problema. Segundo o gerente, existem alguns pontos críticos na cidade. “Nós não entregamos na Zona Sul, por exemplo, mas na região do Capão Redondo e do Grajaú sempre acontecem esses assaltos.”
Os profissionais disseram conhecer as áreas de maior risco e saber de cor os nomes. Eles enumeraram uma série de ruas e avenidas pelas quais é impossível passar sem temer ser abordado. De acordo com a PM, as vias identificadas como as mais perigosas são: Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, Avenida Deputado Cantídio Sampaio e Avenida Elísio Teixeira Leite. Todas elas passam pela Brasilândia e pela Parada de Taipas, outro bairro com incidência de assaltos.
Profissionais dos Correios também sofrem com o tipo de ação dos criminosos. Em nota, a empresa informou que adota a escolta armada em algumas atividades externas. A medida, assim como na empresa de entregas, tem como objetivo garantir a segurança dos profissionais.
Polícia Militar
De acordo com a Polícia Militar, o trabalho de policiamento ostensivo para inibir o roubo de cargas segue sendo feito em toda a capital, com os suspeitos sendo encaminhados para as delegacias.
Segundo o o tenente Jonas Paro Barreto, da Polícia Militar, alguns bairros da Zona Norte apresentam altos índices de roubos de carga. No entanto, ele afirmou que o número de ocorrências tem diminuído neste ano em relação a 2010. “A redução não é muito grande, mas já estamos combatendo. No segundo trimestre de 2011, tivemos uma redução de 21 roubos para 15 em nossa região”, disse Barreto.
A PM tem feito operações semanais em algumas vias consideradas de maior risco, segundo o tenente. “Desde o começo do ano, segundo estudos feitos pela polícia, intensificamos os trabalhos de repressão em algumas vias onde acontecem mais assaltos. Abordamos pedestres e motociclistas suspeitos, já que geralmente as abordagens acontecem desta maneira.”
Segundo o coronel Paulo Roberto de Souza, oficial reformado do Exército e assessor de segurança do Setcesp, os dados do sindicato foram tabulados com base nos números divulgados pela Secretaria de Segurança Pública e na divisão geográfica estabelecida pela Prefeitura de São Paulo. Por isso, existem diferenças nos números quando comparados no que diz respeito às zonas da cidade.
Pró-carga
Para combater este tipo de crime, a Secretaria da Segurança Pública reativou em 2009 o Pró-carga, um programa de prevenção e redução de furtos, roubos e apropriação indébita de receptação de cargas. Coordenado pelo delegado Waldomiro Milanesi, um grupo de representantes dos órgãos de segurança do estado, como as polícias Civil, Militar e Técnico-científica, se reúne com representantes da sociedade civil para elaborar ações preventivas.
"Nós nos reunimos mensalmente e deliberamos algumas ações necessárias nos planos administrativo e operacional. Por exemplo, recentemente, tendo em vista as ocorrências de aumento de roubo de veículo de transporte na Marginal Tietê, foi feito um planejamento junto ao comando de policiamento da capital, onde disponibilizou várias operações na extensão de toda esta via como também na Marginal Pinheiros, para evitar não só o roubo de cargas como também o de veículos de transporte de cargas", disse Milanesi.
A maior dificuldade no combate a este tipo de crime é justamente identificar os receptadores das cargas roubadas. "Infelizmente, a existência do receptador acaba sendo a motivação do surgimento de quem rouba. Nós do Pró-carga estamos chamando os representantes das indústrias, porque muitos materiais produzidos ou não possuem identificação para que eventualmente a gente possa ir atrás da sua numeração de série. Foi sugerido, inclusive, que a indústria coloque isso em um site para que o próprio cidadão, ao comprar um produto, possa ele verificar se não existe uma queixa de roubo ou furto para aquele produto. A partir daí, podemos chegar no receptador, que pode ser até um grande comerciante", afirmou.
Com base no trabalho de planejamento realizado pelo grupo, ao menos duas quadrilhas suspeitas de roubo de carga que utilizavam armamento pesado em suas ações foram desbaratadas neste ano, segundo o delegado.

Qualquer suspeita de algo diferente, ligue para o disque denuncia, sigilo absoluto.



Diferenciais da Corretora
Todos nossos clientes te uma palestra por ano dada na transportadora sobre prevensão de sinistro, é só fazer o seguro conosco que ja tem direito e os benefícios não acabam, entrem em contato conosco.

SEGURO DE TRANSPORTE DE CARGA
Tel.: 11 2061-2636
ID: 100*4387
FRIEDENREICH & FERRAZ CORRETORA DE SEGUROS

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Dica Importante para Contratação do Seguro de Automóvel

Hoje em dia existem muitas pessoas vendendo seguros, algumas nunca trabalharam com isso e por impossição patronal tem que vender para garantir o seu emprego, o sustento da sua familia, empurando para os possíveis clientes, seguros que não servem com coberturas que ele nunca vai usar, fuja de seguro vendido pelo gerente do seu banco, prefira sempre um corretor de seguro habilitado, se possível sindicalizado e participante da União dos Corretores de Seguros do Estado de São Paulo (UCS).


SEGURO DE VEICULOS
Tel.: 11 2061-2636
ID: 100*4387
FRIEDENREICH &FERRAZ CORRETORA DE SEGUROS

Mudança sem seguro é insegura

Geralmente as empresas cobram 1% do valor da total a ser transportado, pelo seguro.

Ao optar por contratar uma empresa que não oferece seguro, apenas para fazer economia no valor do frete, você está contrariando a fatalista Lei de Murphy. Para quem não conhece a tal lei, ela sentencia o seguinte: "se houver a mínima probabilidade de algo dar errado, algo errado ocorrerá".

É claro que nem sempre Murphy acerta. É claro que é mais do que provável que nada venha a acontecer a uma carga transportada sem seguro. Não fosse assim, as seguradoras quebrariam. É... Mas, e se algo ocorrer?

Imagine-se sabendo que apenas porque você quis fazer uma economia de 1% do valor da carga, os outros 99% foram irremediavelmente destruídos.

Antes que você comece a especular sobre a validade de correr o risco ou não, não deixe de ler a relação abaixo. Nela, você encontrará uma relação dos principais seguros para mudanças e suas respectivas coberturas:

Seguro contra avarias
Garante cobertura contra danos causados na hora da embalagem, durante o transporte e quando a carga for desembalada. Cobrindo qualquer deterioração, estrago ou prejuízo causado a carga. Oferecido pela maioria das transportadoras.

Seguro para operação de carga e descarga
Concebido para oferecer garantias contra problemas com a carga durante as operações de empacotamento e desempacotamento.

Seguro contra danos provocados por água doce ou da chuva
Desenvolvido para garantir as cargas contra danos provocados por líquidos, seja por imprudência dos funcionários da transportadora, seja por causas naturais, como enchentes e tempestades.

Seguro contra contaminação com outras mercadorias
Quaisquer contaminações das cargas oriundas do contato com outras mercadorias estão cobertas por este seguro.

Seguro contra furto/roubo, extorsão e apropriação indébita
Garantia contra saques, roubos ou furtos da carga durante o transporte.

Seguro de risco rodoviário
Garantia contra todos e quaisquer imprevistos decorrentes do transporte de cargas em rodovias.

Seguro RCTA-C - Responsabilidade Civil do Transportador Aéreo de Cargas
Garantia da carga contra prejuízos decorrentes de queda da aeronave e/ou explosão; ou qualquer dano causado às mercadorias em virtude de problemas na aterrissagem. Cobertura extensiva também para extravios ou perdas ocorridas em depósitos ou galpões de embarque e desembarque.

Dicas de como encaixotar a mudança

  • Se planeje pelo menos 3 dias antes, porque dá muito trabalho, eu empacoto em 1 dia mas eu tenho experiência em mudança! Então agilize e não deixe pra última hora.
  • Primeiro para encaixotar você precisa de caixas de mudança, se não você não empacota nada! Onde comprar caixas de papelão? Você pode comprar caixas de papelão para mudanças em uma distribuidora de embalagens.
  • Mais se você é do tipo ecochato ou ecochata, como eu, vá até um mercado grande, ou a uma loja grande e peça na cara de pau, para alguém se é possivel conseguir caixas de papelão porque você esta de mudança e precisa empacotar suas coisas. A maioria pergunta se que tamanho você quer as caixas, peça de todos os tamanhos se possível eu já conto porque.
  • Depois de conseguir as caixas, vá até uma distribuidora de embalagens ou papelaria e compre uma fita adesiva daquela para fechar caixa, pode ser a marrom mesmo ou pode ser uma fita crepe bem grossa, a 3m é sempre melhor!
  • Depois você junta jornal com seus amigos e colegas ou compra na banca de revista aquele velho mesmo.
  • Agora é hora de empacotar, se alongue que o dia vai ser cheio! Primeiro Abra os armários e empacote o que você não usa muito, tipo aqueles copos de cristal e aquela louça de porcelana e inox que você ganhou de presente de casamento e nunca usou!
  • Porque se não você começa pela louça da cozinha e fica louça pra usar no dia seguinte!
  • Pegue individualmente cada prato e envolva com o jornal e coloque um em cima do outro com cuidado, coloque em uma caixa pequena que esteja devidamente fechada em baixo com fita adesiva, porque essas coisas ficam pesadas, e escreva em cima da caixa com uma caneta “cuidado frágil” e ainda coloque lá balcão sala jantar. Para você saber na hora de arrumar!
  • Depois os copos também cada um envolvido com jornal pata não quebrar e coloque novamente em uma caixa de papelão pequena e coloque o aviso após fechar com a fita.
  • Assim faça com toda louça e prataria da casa. As roupas se você quer ser rápido use sacos de lixo reforçados! Isso mesmo amarre a boca com a fita crepe! Vai ficar tudo amassado, um horror, mas é rápido, depois você tira e passa. Economiza caixas também.
  • Use este método para tecidos em geral, é bom colocar uma etiqueta dizendo de onde é!
  • Pegue cobertores velhos e separe, você vai usar para guardar espelhos e cobrir os armários e coisas que riscam.
  • Deixe eletrônicos e coisas pessoais para levar no carro, principalmente aquelas que você vai usar em breve após a mudança. Porque a maioria das empresas de mudança são descuidadas e pode riscar aquela tv lcd novinha!
  • Deixe a comida por último, descongele a geladeira e guarde tudo em uma caixa térmica. O resto das coisas da cozinha, chás e outras coisas coloque em uma caixa grande, ah e por favor né não estoque comida entes da mudança, isso é óbvio, não faça mega compras na semana anterior.
  • Contrate um transporte para mudanças com Seguro e marque certinho o preço, pergunte qual o tamanho do caminhão de mudanças, se é aberto ou fechado, se tem registro, quantas pessoas tem para ajudar a carregar e se tem corda e cobertores. Pegue o celular do motorista.
  • No dia da mudança deixe as caixas em um quarto separado e inicie pelos móveis pesados e grandes, encaixe um a um amarrando bem cada um deles, e colocando cobertor em cima, para que um não risque o outro. Depois coloque os eletrodomésticos grandes, como geladeira, fogão estas coisas. Depois as caixas que não tem nada frágil, tipo livros, a livros sempre em caixas pequenas, pesam demais.
  • E por último as coisas frágeis, e olhe pra ver se eles não estão socando as caixas no caminhão para mudanças.
  • As vezes vai precisar fazer mais de uma viagem com o caminhão de mudança. Por isso coloque os sacos de roupa e televisores no carro e ajude a carregar um pouco da mudança, para não deixar tudo para empresa de mudança se não vai dar muitas viagens e geralmente o preço da mudança vai ser maior, e por isso você pergunta o tamanho do caminhão e diz de onde a onde você vai.
  • Se chover e o caminhão for aberto você molha toda sua mudança, se o caminhão for grande e você quiser colocar na garagem do prédio ele não entra, mas carrega tudo de uma vez só também.
  • Geralmente quando você esta mudando de um apartamento ou chegando em um novo, o síndico do condomínio precisa ser comunicado, tem uma taxa de mudança e o elevador de serviço fica disponível para você, geralmente revestido com uma proteção anti risco. E nem sempre dá pra mudar no domingo.
SEGURO DE TRANSPORTE DE MUDANÇAS
Tel.: 11 2061-2636
ID: 100*4387
FRIEDENREICH & FERRAZ CORRETORA DE SEGUROS


segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Dicas para escolher o seguro do seu carro

Era uma vez uma mulher que comprou um carro e, só na hora de fazer o seguro, percebeu que tinha entrado numa enrascada. Nenhuma empresa queria segurar o veículo. O motivo? O automóvel praticamente pedia para ser roubado: era importado e havia saído de linha. Um chamariz duplo para os ladrões, por causa do comércio de peças ilegais – as mais caras e raras são mais procuradas.

A história exemplifica um dos erros mais comuns de quem faz seguro de carro: optar por um automóvel sem levar em conta se ele é aceito pelas seguradoras ou sem parar para analisar o preço do seguro do modelo escolhido. Veja esta simulação, por exemplo: uma mulher de 24 anos, moradora do bairro Santo Amaro, em São Paulo, quer comprar um carro popular zero quilômetro (os preços de seguro variam conforme o perfil do proprietário do veículo). Se ela optar por Uno Mille, pagará em torno de R$ 24.700 pelo carro e R$ 2.170 de seguro. Caso se decida por um Celta, irá desembolsar R$ 26.900 pelo veículo, mas gastará menos com o seguro, R$ 1.535. Por ser mais roubado, o Uno Mille tem taxa mais cara.Essas são apenas algumas das dicas para se dar bem nesse negócio. Há ainda pelo menos outras dez.


Fuja das armadinhas dos seguros barato, pois com certeza não é o que voce precisa.

Segue abaixo algumas coberturas extras que os seguros chamados de "baratos" não tem e o cliente não fica sabendo que pode optar por essas coberturas.




  • Atendimento leva e traz
    Você, segurado Auto, possui um atendimento diferenciado que proporciona maior comodidade de forma a colocar à sua disposição, mediante agendamento prévio entre oficina e segurado, os serviços Leva e Traz.Saiba mais

  • Carro + Casa
    Quem contrata o Porto Seguro Auto conta com mais uma vantagem: o Porto Seguro Serviços*, grátis para sua casa. Uma cobertura que garante ao imóvel reparos emergenciais, 24 horas por dia, inclusive nos feriados e finais de semana. Saiba mais


  • Centro Automotivo Porto Seguro - CAPS
    Além das facilidades do seu seguro Auto, você tem à disposição uma consultoria mecânica para seu veículo, principalmente dos itens que afetam sua segurança.
    O Centro Automotivo Porto Seguro é um local especializado para a manutenção do seu veículo, possui mão-de-obra qualificada, peças com garantia do fabricante e pagamento facilitado em até 4 vezes sem juros. Saiba mais





  • Cobertura de Vidros - Porto Glass
    Segurados Porto Seguro têm, reparo ou troca dos vidros laterais, traseiros e para-brisa mediante pagamento de franquia.
    Também é possível contratar a cobertura adicional que, além dos vidros, garante a troca ou reparo de retrovisores, lanternas e faróis.
    Os Serviços/Benefícios estão vinculados ao tipo de veículo, modelo, região e condições de contratação.

  • Descontos em Ar-Condicionado
    Na Autoclim Ar Condicionado:
    Você conta com o seguinte benefício na Autoclim Ar Condicionado para veículos:
    Desconto:
    20% na compra, instalação, manutenção corretiva e preventiva de ar condicionado para veículos nacionais e importados.
    Endereço:
    Av. Nações Unidas, 1.070 – Nossa Senhora das Graças – Porto Velho/RO - Tel: (69) 3221-4743 / 3221-4151 – e-mail: autoclim@center-net.com.br.
    Na Refrisul:
    Você conta com o seguinte benefício na Refrisul para Veículos:
    Desconto:
    20% em serviços de ar condicionado automotivo, limpeza e higienização.
    Endereço:
    Rua Imil Esper , 294 - Jardim Cambuy – Presidente Prudente/SP
    Fone: (18)3908-7906
    Os Serviços/Benefícios estão vinculados ao tipo de veículo, modelo, região e condições de contratação.
    Apresentando o cartão do Segurado o benefício poderá ser utilizado.



  • Descontos em Estacionamentos
    Com o objetivo de proteger você e seu veículo, o Porto Seguro Auto possui convênio com redes de estacionamentos que concedem descontos, quando o veículo segurado for estacionado.
    Para ter direito ao desconto, basta apresentar o cartão do segurado no ato do pagamento*. Saiba mais






  • Desconto Extra na Franquia
    Os Segurados que tenham a partir de classe 3 (três) de bônus contam com descontos que podem variar de 10 a 40% de desconto em todos os sinistros cobertos de perda parcial.
    O desconto será aplicado sobre o valor da franquia expresso na apólice, na ocorrência de sinistro coberto e indenizável, quando o segurado utilizar a rede de oficinas particulares referenciadas pela Seguradora.
    Os Serviços/Benefícios estão vinculados ao tipo de veículo, modelo, região e condições de contratação.




  • Desconto na Franquia ou Carro Extra
    Os veículos reparados em oficinas referenciadas, contam com desconto* na franquia ou Carro Extra** .
    Este benefício está vinculado ao tipo de cobertura, veículo, região de contratação e será liberado em caso de sinistro coberto e indenizável.
    *Consulte as condições gerais.
    **Veículo popular básico de 1000 cilindradas.
  • Desconto na franquia conforme pontuação do Cartão Porto Seguro Visa
    A pontuação do Programa de Relacionamento do Cartão pode gerar desconto extra na franquia quando o reparo do veículo for efetuado em uma oficina referenciada. E o que é ainda melhor, não é preciso resgatar os pontos do cartão.
    * Este benefício é válido exclusivamente para o titular do cartão e do seguro. Para mais informações sobre o cartão, clique aqui.



  • Despachantes
    Serviços de Despachantes com desconto sobre os honorários
    Seu cartão Porto Seguro Auto garante desconto sobre os honorários, apoio do despachante para cuidar da documentação do seu carro e ganho de tempo.
    Se o seu veículo é licenciado em alguma cidade em que possuímos prestadores credenciados, ligue para um dos despachantes abaixo e solicite um portador para a retirada e entrega de documentos no local e hora que você desejar, seja para licenciamento, transferência, emplacamento, entre outros serviços. Saiba mais


  • Desconto em Segurança Automotiva
    NASA: NÚCLEO DE AVALIAÇÃO DE SEGURANÇA AUTOMOTIVA
    A NASA – Núcleo de Avaliação de Segurança Automotiva, oferece aos Segurados descontos de:
    • 20% em Inspeção de Segurança Veicular para veículo que tenha suas características originais alteradas;
    • 20% para Regularização de Veículos Importados - CAT

    São Paulo
    Rua Alto da Conceição, 142 - Vila Nova Iorque –- São Paulo – SP –- CEP 03479-050 - Telefone (11) 2721-9196.
    Jundiaí
    Rua Humberto Cereser, 3793 - Jundiaí Mirim – Jundiaí - SP –- CEP 13218-711 - Telefone (11) 4584-7676



  • Extensão de perímetro gratuita
    Será concedida cobertura, gratuitamente, para danos ocasionados exclusivamente ao veículo segurado, quando ele estiver na Argentina ou Uruguai.
    A cobertura e os limites máximos de indenização serão os mesmos expressos na apólice para o Casco.
    Os Serviços/Benefícios estão vinculados ao tipo de veículo, modelo, região e condições de contratação.


  • Inspeção Ambiental
    Pensando na comodidade de seus clientes, o Porto Seguro Auto está oferecendo uma análise gratuita de poluentes na cidade de São Paulo, para que seus segurados possam colaborar para a melhoria de qualidade do ar e deixem seus veículos preparados para a inspeção ambiental veicular obrigatória da Prefeitura da Cidade. Saiba mais



  • Inspeção Veicular
    Quem tem o Porto Seguro Auto pode utilizar, gratuitamente, a Inspeção Veicular para fazer uma checagem completa em diversas partes do carro. Neste check-up nossos técnicos analisam em pouco tempo e com muita precisão, em especial os itens que afetam a segurança, como direção, alinhamento, suspensão e freios.
    Um benefício de alta tecnologia que reduz sensivelmente os riscos de acidentes.
    Obs.: Exceto veículos com tração nas 4 rodas.
    Os Serviços/Benefícios estão vinculados ao tipo de veículo, modelo, região e condições de contratação.



  • Pequenos Reparos de Funilaria e Pintura
    O Porto Seguro Auto tem mais um benefício exclusivo: preços diferenciados e pagamento facilitado em até 4 vezes no cheque ou cartão* para Pequenos Reparos de Funilaria e Pintura, para aqueles consertos que não atingem o valor da franquia. Saiba mais



  • Porto Socorro - Assistência 24h
    Guincho 24 horas, em qualquer lugar do Brasil, para:
    • Problemas mecânicos
    • Problemas elétricos
    • Falta de combustível (pane seca)
    • Perda ou problemas com as chaves
    • Troca de pneus
    Os Serviços/Benefícios estão vinculados ao tipo de veículo, modelo, região e condições de contratação.
  • Postos de Atendimento de Sinistro
    Consertar o carro depois de uma batida não precisa mais ser motivo de dor de cabeça. Agora, nos casos em que os danos superam a franquia, você ou o guincho leva o carro até uma de nossas sucursais e, a partir daí, a Porto Seguro se encarrega de tudo. Você escolhe a oficina, a gente acompanha o conserto e no final devolve no local de sua escolha. É mais comodidade do começo ao fim. Saiba mais






  • Condições especiais para a renovação da CNH na Ametran (rede especializada em exames médicos e psicotécnicos para motoristas) para você e seus familiares (pais, cônjuges e filhos) na cidade de São Paulo. Saiba mais



  • Para os seguros contratados na modalidade Valor de Mercado, em caso de indenização integral, é garantida a reposição pelo valor de 0km por até 6 (seis) meses.
    Os Serviços/Benefícios estão vinculados ao tipo de veículo, modelo, região e condições de contratação.




Não compre seguro de um Gerente de Banco, pois nada sabe sobre Seguros, e ele está te vendendo um produto sem saber sua necessidade, pois ele tem metas para bater.


SEGURO DE VEICULO
Tel.: 11 2061-2636
ID: 100*4387
FRIEDENREICH & FERRAZ CORRETORA DE SEGUROS

8 DICAS PARA CONTRATAR UM SEGURO DE TRANSPORTE

8 Dicas para a contratação do Seguro de Transporte.

- Procure um corretor especializado em Seguro de Transporte;

- Existem 2 tipos de apolice, a que cobre danos a mercadoria em decorrente de acidente com o meio de transporte que é obrigatória para todos os Transportadores, e a apólice que cobre o roubo da mercadoria;

- Nunca solicite cobertura muito mais alta que voce precise, pois o limite de embarque é proporcional ao premio minimo;

- Na apólice de roubo verificar os sub-limites das mercadorias, verificar se atende a sua necessidade;

- Se o seu volume de frete for menor que 5 milhões mês, prefira um premio mínimo menor que desconto em taxa de seguro;

- Pergunte qual a documentação solicitada em caso de sinistro para quando acontecer você estar preparado.

- Verifique a franquia, prefira as seguradoras que insente ou tenha franquias baixas.

- As Seguradoras que tem o melhor seguro de transporte não necessáriamente são aquelas que tem o melhor seguro de automovel ou residencia.

Abaixo está um ranking da seguradoras de Transporte.


SEGURO DE TRANSPORTE DE CARGA
Tel.: 11  4378-0832
ID: 100*4387
FRIEDENREICH & FERRAZ CORRETORA DE SEGUROS

GERENCIAMENTO DE RISCOS

Hoje as Seguradoras estão cada vez mais criteriosas para aceitar um seguro. Se voce está com problema de aceitação, o sinistro  está alto, sua franquia é alta, o meu premio minimo é alto?
Entre em contato conosco, pois iremos fazer um estudo da sua operação logistica e orientá-lo a fazer melhorias para a prevensão de sinistro na sua Transportadora.

Veja abaixo o que um pouco do que podemos fazer.

O que é o Gerenciamento de Riscos no transporte de cargas?
O Gerenciamento de Riscos é uma atividade que se propõe a agregar valor à logística, por meio de medidas preventivas, que visam minimizar perdas materiais, financeiras e humanas.
Como surgiu?
O Gerenciamento de Riscos surgiu como uma resposta para minimizar as perdas devido às mudanças nas operações logísticas das empresas e, principalmente, pelo aumento nos roubos de cargas.

Como pode ser feito?
O Gerenciamento de Riscos pode ser feito de diversas maneiras. As mais usuais são:
Consultoria de segurança para avaliação dos riscos
Utilizada para conhecer a fundo as operações logísticas e de transportes. Normatiza e detecta falhas na segurança e nas operações de transportes.

Cadastro

Este trabalho detecta pessoas ligadas a operação de transporte com restrições cadastrais que possam comprometer a operação de transporte de carga.

Manutenção preventiva

Providência tomada pelo transportador visando detectar problemas mecânicos no veículo transportador.

Roterização

Mapeamento e pesquisa das principais rodovias no território nacional, visando conhecer as condições das estradas, localização pelo GPS dos Postos Fiscais, Polícias Rodoviárias e Postos de abastecimentos que possuam segurança e boa estrutura para a parada de veículos de carga.

Rastreamento / Monitoramento

Busca o posicionamento dos veículos de transporte de carga pelo GPS, informando aos operadores, em intervalos regulares, onde e como o veículo se encontra. Pode detectar várias situações como abertura de portas, velocidade, desengate de carretas, quebras propositais de antenas e corte de combustível, possibilitando a tomada de medidas preventivas ou corretivas a partir da Central de Monitoramento.

Escoltas

Utilizadas como complemento do rastreamento para acompanhar veículos em viagem, quando o valor da mercadoria transportada for significativo ou quando a mercadoria for visada. São realizadas com uma ou mais viaturas de escolta que acompanham o veículo transportador. Esse trabalho é realizado por empresas legalmente constituídas, especializadas e autorizadas pelo Ministério da Justiça. Podem ser ostensivas, quando os veículos de escolta são identificados e os vigilantes uniformizados, ou veladas, quando são efetuadas por veículos que não possuem identificação.

Treinamento

Todas as pessoas ligadas a operação de transporte são submetidas ao treinamento contínuo, sobre a operação dos equipamentos de rastreamento e monitoramento e sobre as normas de segurança da empresa. Sempre que possível, os conhecimentos de motoristas são reciclados em cursos de segurança, direção defensiva e operação dos equipamentos de Administração de Riscos colocados no veículo. Este instrumento é um dos mais importantes da Administração de Riscos, pois trabalha com a conscientização de pessoas ligadas diretamente a operação de transporte, das quais depende o sucesso de qualquer operação de Administração de Riscos.

Desconcentração de Riscos
Devido aos altos índices de roubos de cargas, detectamos quais são as mercadorias mais visadas pelas quadrilhas. Cientes disso, os transportadores não devem concentrar mercadorias visadas ou de alto valor num mesmo veículo, bem como evitar o transporte de mercadorias em comboios (dois ou mais veículos transportadores). Este conceito também é aplicado na armazenagem de mercadorias em depósitos intermediários utilizados pelos transportadores.

Segurança em Depósito
O crime organizado em relação ao roubo de cargas possui dinâmica própria. Isso significa que, quando os envolvidos nas operações de transportes passaram a investir na segurança durante a viagem (em trânsito), as quadrilhas começaram a agir nos depósitos, armazéns e pátios utilizados pelas transportadoras, embarcadores e operadores logísticos. A lógica é de certa forma simples, os meliantes têm como alvos as operações mais vulneráveis. Neste sentido, os investimentos em segurança em depósitos encontram-se no rol das medidas de gerenciamento de riscos mais importantes atualmente. Tipos de segurança em depósito:
a) Proteção Patrimonial Física (PPF)
Realizada por empresa especializada que consiste na atuação estratégica de vigilantes armados para a proteção do local.
b) Proteção Patrimonial Eletrônica (PPE)
Realizada por empresa especializada no monitoramento de alarmes instalados de forma estratégica de acordo com o perfil de cada empresa.

Sistema de Redundancia na Corretora.
Caso a empresa de rastreamento venha a falhar ou bloquear o caminhão indevidamente, nós temos como resolver o prolema imediatamente.

Ja conseguimos reduzir em 70% sinistralidade de Seguro de Transporte de Carga, dando ao nosso cliente, mais segurança e confiança em vender o seu frete.

SEGURO DE TRANSPORTE DE CARGA
Tel.: 11 2061-2636
ID: 100*4387

FRIEDENREICH & FERRAZ CORRETORA DE SEGUROS

PNEU É O SEGUNDO MAIOR CUSTO DE TRANSPORTADORAS

Por isso, é preciso estar atento ao escolher fornecedores, buscando não só o menor preço, mas também a melhor relação custo-benefício e, principalmente, reconhecer a importância de um bom atendimento na hora da venda, na assistência-técnica e pós-venda.

“Pneu é assunto sério. E as empresas de transporte rodoviário que atendem o mercado portuário sabem disso, afinal, ele é um o segundo maior custo dentro destas empresas. E comprar pneus mais baratos, mas que possam não ter um desempenho adequado pode tornar o problema ainda maior”. O alerta é feito pelo administrador de empresas e importador, Fabrício Fassina. Ele explica que, o transportador rodoviário e também os caminhoneiros autônomos precisam estar atentos ao escolher seus fornecedores, buscando não só o menor preço, mas também a melhor relação custo-benefício e, principalmente, reconhecer a importância de um bom atendimento na hora da venda, na assistência-técnica e pós-venda.

Com a valorização do Real, o preço dos pneus se torna um dos maiores diferenciais do mercado na hora da compra. Porém o cuidado na hora da compra dos pneus para a frota das transportadoras deve ir além do valor do produto. O consumidor deve lembrar que o produto mais barato, em um primeiro momento, pode se tornar mais caro no médio e no longo prazo, lembra Fassina: “E se tratando do segundo maior custo dentro das empresas de transporte rodoviário, é preciso se avaliar muito mais o médio e o longo prazo. É preciso saber a procedência dos pneus, experiência em outras transportadoras com o produto, garantias da empresa, e quão rápida será a assistência em caso de problemas”.

Outro ponto levantado pelo importador são as vantagens que a proximidade das transportadoras com o seu fornecedor podem proporcionar. “Empresas mais presentes e localizadas próximas aos clientes geralmente prestam um melhor serviço de acompanhamento, assistência-técnica e pós-venda. Além de atrelar um menor custo de frete ao pneu devido à menor distância”.

Fassina, que também é sócio-diretor da Laguna Pneus, importadora de pneus para ônibus e caminhões aqui na Baixada Santista, explica que o pilar principal de um bom atendimento é o entendimento do perfil do cliente. Ele afirma que é preciso saber o que cada empresa procura para tentar oferecer o produto ou o serviço mais adequado. “Não adianta, por exemplo, oferecer um pneu inadequado para o tipo de estrada onde a frota da empresa irá trafegar só porque o cliente pediu um produto mais barato. É preciso combinar diversos fatores para acertar no produto. O mais importante é sempre entender o cliente antes de se fazer uma visita ou uma oferta”, relata.

O supervisor da transportadora rodoviária Unimodal, Estefano Santos Almeida, concorda com Fassina: “Pneu é o segundo maior custo da transportadora, ficando atrás apenas do combustível”. Ele reforça também a importância de receber um atendimento de qualidade na hora da compra de tão importante produto. “A atenção pós-venda e a questão da boa assistência técnica são fatores determinantes para que a Unimodal mantenha seu fornecedor. Recentemente compramos 51 pneus da Laguna e o atendimento diferenciado foi justamente o que tornou a empresa nossa fornecedora”, declara.

Humberto Brandão Toledo, diretor da Reno Transportes, também reforça a importância do atendimento pós-vendas na compra de pneus. “É muito importante contar com as orientações sobre os procedimentos, vida útil do pneu, enfim, esclarecimentos que nos ajudam após a compra”.

Fabrício Fassina conta que a Laguna Pneus trabalha com pneus novos importados diretamente das fábricas, através dos Portos de Santos e Itajaí. E preza por colocar no mercado pneus importados de alto respaldo internacional. Além de um portfólio de produtos de ótima qualidade, a empresa está focada em buscar sempre o melhor custo dos pneus. Otimizando assim o gasto de capital das transportadoras neste tipo de produto e garantindo a satisfação com o seu desempenho.
SEGURO DE TRANSPORTE DE CARGA
TEL.: 11 2061-2636
ID.: 100*4387

FRIEDENREICH & FERRAZ CORRETORA DE SEGUROS

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Seguro de Vida para o SINDEEPRES e SINDEPRESTEM 2011

O Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços a Terceiros, Colocação e Administração de Mão-de-Obra e de Trabalho Temporário no Estado de São Paulo, tem em convenção coletiva um seguro de vida obrigatório para todos os trabalhadores temporários.
A Friedenreich & Ferraz Corretora e Administradora de Seguros juntamente com a Porto Seguro e Capemisa  lançamos este seguro com o melhor custo e beneficio do mercado.
 
Coberturas Mínimas da Covenção.
 
- Morte Natural: R$ 10.000,00
- Morte Acidental: R$ 15.000,00
- Ivalidez por Acidente: R$ 15.000,00
- Auxilio Funeral: R$ 700,00
 
Preço do Seguro por Funcionario: R$ 2,10 mensal
 
Desconto do empregado
 
Conforme a convenção coletiva o seguro poderá ser descontado do funcionário em 80% do valor limitado a R$ 2,40.
 
Empresa paga R$ 2,10
Desconta do Empregado: R$ 1,68
Custo Real do Seguro: R$ 0,42 por funcionario.
 
Faça o seguro da sua empresa conosco.
Ligue 11 2061-2636
 

Seguro de Transporte de Café

Caros amigos e clientes, sabemos que o mercado de seguro está cada vez mais especilista, e cada vez temos como base de todo o trabalho o foco, com base neste pensamento desenvolvemos junto as Seguradoras, Seguro de Transporte de Café, claro que tem algumas corretoras que trabalham com este ramo e produto, mas de uma forma inovadora como a nossa não tem.


Seguro de Transporte é com a Friedenreich & Ferraz Corretora de Seguros